https://www.google.com/adsense/new/u/0/pub-3159886379608766/home Pega o Mapa!: Sydney (Post Colaborativo)

quarta-feira, 15 de fevereiro de 2017

Sydney (Post Colaborativo)


P. Sherman 42, Wallaby Way, Sydney

Ir a Austrália e não ir a Sydney é como ir em um rodízio de japa e ficar comendo o yakissoba.  É o must have da viagem. É o TEM que ir. Não vá a Austrália se você não for a Sydney meu amigo.

A primeira coisa que fiz quando cheguei em Sydney foi procurar a rua do Nemo, P. Sherman 42, Wallaby Way, Sydney, mas infelizmente ela não existe. Mas para alegria de todos e felicidade geral da nação, a gente consegue ver o Nemo em qualquer aquário por lá.




Sydney agrada os gostos de turistas. Tem construções modernas, construções mais antigas e rústicas. Praias lindas, montanhas para belas caminhadas. Clima agradável, transporte muito fácil de entender e que funciona perfeitamente. Da para se fazer de tudo um pouco, e foi isso que eu fiz e vou tentar mostrar um cadinho aqui. 

Os custos lá não são barato, mas uma das coisas que eu tenho mais me encantado nessas cidades turísticas são os “frees tours” http://www.imfree.com.au/ (usei em Sydney, Melbourne e NY ) pra quem viaja sozinho é muito bom! Além de fazer amigos para sair à noite, você ainda conhece lugares que talvez não iria querer ir sozinho. Funciona geralmente assim: Você acessa o site, marca sua vaga, vai ao ponto de encontro, faz o passeio com uma turma que você não conhece, e no final paga o quanto você quiser ao guia. Eu acho isso um máximo!

Sempre que viajo procuro conhecer sobre o local e isso me dá muita oportunidade. O mais engraçado, é que no de Nova York, o guia que encontrei era australiano que morava lá há 8 anos hahaha. Achei um máximo! Em Sydney você ainda tem a opção do FreeBus já que os pontos são longe e vocês não vão querer fazer tudo.


O que você deve levar para Sydney? 

TUDO! Exatamente tudo! Porque lá você acorda com chuva, daí faz sol, depois um vento de carregar tudo... mais ou menos assim. Esteja preparado para tudo! 


O que você precisa ver em Sydney?

- Claro que você tem que ir no Opera House, eu tive de encostar nas pedrinhas que formam a arquitetura, para acreditar que era real! E é claro que fui no pôr do sol. As escadarias ficam lotadas e muita gente para por lá para fazer um lanche ou tirar fotos incríveis. 

- Bater perna por Darling Houbour


- Eu aproveitei para ver o Nemo e a Dory no áquario de Sydney, fui no Museu Madame Tussauds, tem um Hard Rock Café super maneiro lá, e você vai ter vontade de ficar horas sentada admirando a baía.



- Chinese Garden 

Um dos lugares que mais gostei em Sydney foi a Chinese Garden, ficava bem no centro, próximo à estação de metrô.  Lindo, iluminado, limpo, e com música climatizada em todos os lugares do jardim, a energia de lá era indescritível e revigorante. A entrada é baratinha, $3.





- The Rocks
The Rocks é um bairro antigo que tem as ruas todas de pedrinhas. Tem bares para tudo que é gosto e preço. De boates a barzinho. Bom para paquerar e bom para casal. Pode ir de dia para ver as belezas das lojas e das ruas ou a noite para ver ela toda iluminada pelos bares e restaurantes. O bairro é lindo de todos os jeitos. 

- Praias!
Eu não poderia esquecer, para falar de Sydney temos que falar de Bondi e Manly. Na época em que fui, estava chovendo muito e mesmo assim consegui aproveitar. Para ir para Manly você precisa pegar um Ferry na baia, é barato, coisa de $4. A vista é legal demais e você vai vendo a baía ficar para trás


Foto do Google, tava chovendo e não tenho uma foto bonita, rs

- Trilha de Coogee a Bondi
São 6 km de uma caminhada deliciosa para a praia mais pop de Sydney. E realmente vale a pena cada minuto gasto, o caminho é muito tranquilo, todo feito em uma passarela de madeira bem acessível. Você vai precisar pegar o metrô e depois um ônibus para chegar em Coogee, se for almoçar lá, peça o Fish and chips que é o prato mais comum e barato do lugar. É o famosinho.


A cada 5 min você vai querer parar para tirar foto e fazer um uau diferente. Comprar camisetas, cangas e bolsas. Bondi é realmente linda, principalmente quando o sol resolve abrir.



POLEMICA! Eu não achei a piscina isso tudo que dizem. Pelas fotos ela parecia bem linda e eu fiquei meio desapontada quando vi. Mas isso é o que eu achei, ok? As meninas que estavam comigo adoraram! Você pode descer e nada, mas tente a sorte, deve ser gelada para caramba!

- Blue Mountains
Minha última dica foi o lugar que eu mais gostei. Vale saber que você precisa separar um dia todo para ela, e sair bem cedo de casa. E se você ou alguém que estiver com você tiver dificuldade de locomoção não é bom ir. Não são trilhas pesadas, mas exigem um pouquinho de esforço e caminhada. Algo leve, mas que precisa de disposição.

Na estação de metrô, você compra o ticket para Blue Mountains, que é praticamente o destino final do trem, é quase 1:30h de viagem em um trem bem confortável. Chegando lá você vai descer em um pequeno povoado, se tiver frio aproveite e tome um chocolate quente! As pessoas de lá são super simpáticas, parece coisa de filme.

Depois escolha a agencia de ônibus que você se interessar e tem o dia inteiro para fazer os passeios. Eles te dão um mapa e você vai rodando pelo parque nacional, parando nos pontos determinados e ficando quanto tempo quiser, e a cada determinado horário vem outro ônibus e vai para outro ponto. Todos os pontos importantes são marcados. É realmente incrível. Eu fui em época de chuva, e peguei uma neve por lá, foi legal demais!! Esse passeio foi em torno de uns $ 25,00. Eu e minhas amigas chegamos em casa detonadas! Tem lindas cachoeiras e paisagens incríveis!




Onde eu não fui que todo mundo vai?
- Chinatown. É igual a todas as outras do mundo. Tinha 4 dias em Sydney e não ia gastar meu tempo nela.


Dica: Quando eu viajo, gosto muito de ficar em hostel, vejo sempre os que são perto de estação de metrô, no caso de Sydney foi o que me salvou porque tudo eu fazia de metrô. 



Sobre a autora:

Denise.
Capixaba que gosta de cozinhar, viajar e dançar um bom forró.
Não posso ver porta de carro, ônibus ou avião aberta que se eu estiver de folga eu entro mesmo sem saber o destino. 
Nutricionista de profissão, comissária offshore por paixão

Nenhum comentário:

Postar um comentário