https://www.google.com/adsense/new/u/0/pub-3159886379608766/home Pega o Mapa!: O fim de uma travessia!

segunda-feira, 5 de dezembro de 2016

O fim de uma travessia!

Uma travessia é a prova daquele ditado que diz que "o importante não é o destino e sim a jornada". Nossa jornada de 24 dias foi exaustiva sim, mas também foi maravilhosa! Navegamos por um oceano incrivelmente lindo, cruzamos a Linha do Equador, que divide o globo em Norte e Sul, cruzamos a Linha Internacional de Data, que determina quando um dia começa e o outro termina. Passamos por lugares lindos como o Havaí, que para minha surpresa, entrou para minha lista de lugares que pretendo voltar um dia (com mais tempo e dinheiro). Conhecemos lugares remotos, como algumas ilhas do Sul do Pacífico, que além de histórias interessantes, têm também as águas mais cristalinas que eu já vi na minha vida! E, graças a Deus, não tivemos nenhuma emergência a bordo, e sabemos como elas são simplesmente possíveis de acontecer.


Nossa travessia de 24 dias contou com 14 dias de mar, onde trabalhamos muito e fizemos pouco dinheiro, o que é esperado de uma travessia longa com os mesmos passageiros. Exaustos, não poderíamos estar mais ansiosos para que aquilo acabasse logo! Queríamos conhecer Sidney, queríamos hóspedes novos, gente diferente, cruzeiros com praias e não com geleiras, e finalmente iríamos ter isso tudo!

Acordei cedo, por volta das 5:30h, e subi para a frente do navio para nossa primeira entrada em Sidney. Esse é o tipo de coisa que se faz na primeira viagem à determinado porto, porque depois, não adianta, você não vai querer acordar cedo para fazer. Assim como entrar de manhã cedinho na baía de São Francisco e ver o Sol nascer, Sidney não foi diferente: foi maravilhoso!






Atracamos de frente para o Opera House, num terminal lindo, moderno e extremamente preparado. De lá já dava pra ver como Sidney era maravilhosa (e é mesmo)! Alí começamos nosso primeiro cruzeiro na temporada da Austrália, onde visitamos ilhas do Sul do Pacífico em roteiros de 8, 9 e 10 dias. A maioria das ilhas nós já conhecíamos pois fizeram parte da travessia. Apenas uma, Isle of Pines, foi novidade, e foi a praia mais maravilhosa que eu já visitei na minha vida!

Chegar em Sidney significou, também, que meu contrato já estava quase no fim. Seriam apenas 20 dias antes de ir para casa, para minhas merecidas férias.

Bem vindos à Austrália!

Nenhum comentário:

Postar um comentário