https://www.google.com/adsense/new/u/0/pub-3159886379608766/home Pega o Mapa!: Primeiros dias a bordo 3

segunda-feira, 23 de maio de 2016

Primeiros dias a bordo 3

Terminando esses posts iniciais sobre as primeiras impressões no navio, posso dizer que:

- Tem dias que o mar está tão sereno que você até esquece que está num navio. Já em outros dias, é mais difícil dormir por causa do barulho das ondas batendo (lembrem-se que tô no deck 1) e com ele balançando. Nos dias que balança mais, fico meio tonta o dia inteiro. Ainda não passei mal, mas já quase caí por causa da tonteira (além de tonta eu fiquei meio lesada, rs).

- As pessoas são, no geral, simpáticas e solícitas. As conversas sempre começam com “de onde você é” e “há quanto tempo você já embarca”. Não fico mais surpresa em encontrar pessoas que embarcam há 10 anos. A política da empresa prega não só a simpatia com os passageiros, mas também entre os tripulantes. Como os tripulantes são pessoas que se esbarram pelos corredores todos os dias, os rostos se tornam familiares e você acaba andando por aí sempre sorrindo e cumprimentando todo mundo.

- Muitas pessoas que fazem carreira no navio acabam conhecendo alguém e casando. Aí passam a embarcar e morar na mesma cabine (é só fazer a solicitação à empresa).

- Em inglês, nós não chamamos os passageiros de passageiros, e sim de hóspedes.

- A comida do crew mess não é ruim, mas o restaurante tem um cheiro muito muito ruim, não consigo comer lá. A comida do staff mess é boa e o ambiente é bom.

- Lidar com os hóspedes é muito engraçado, principalmente os mais idosos . Esses dias encontrei uma mulher perdida no deck 1, queremos achar a saída pro porto (estávamos no Canadá) daí eu a acompanhei pelo caminho certo. Também já atendi gente mal humorada e diria que a maioria é sem noção mesmo.

- Temos aproximadamente 65 nacionalidades trabalhando no navio, é uma festa de sotaques! Acho que somos 24 brasileiros no total (somos 4 nas lojas, conheci 3 do turismo e outros 3 que não me lembro as áreas. O restante ainda não conheci).

- Ainda fico um pouco perdida com a mudança de horário de uma zona pra outra. O gerente avisa no dia anterior pra gente não se perder. Essa semana meu celular enlouqueceu completamente. Ele não sabe mais que horas são e não consigo acertar! Por exemplo, agora são 09:20, ele está marcando 16:20 e esse nem é sequer horário do Brasil. Deve ser algum problema com a conexão, magnetismo, forças ocultas ou sei lá... Tenho que confiar no relógio que fica no visor do telefone da cabine.

- A gente sempre ouve falar sobre como é cara a internet dentro do navio, mas ninguém nunca diz caro quanto. Vos direi: 3.99 doletas por 1 hora. Esse é o preço pra tripulante, mas pra hóspede creio que seja um pouco mais caro. O lado bom é que, tanto nas pausas pra refeição quanto na ida pro crew bar depois do expediente, as pessoas realmente conversam entre si e seus celulares não ficam na mão ou cima da mesa. É uma libertação. As pessoas interagindo como nos velhos tempos é old fashion, é vintage, é lindo!

- Todo mundo tem uma história sobre por que raios veio para aqui dentro. As pesquisas realizadas no crew bar revelam os 3 motivos mais comuns: alguns vem desesperados por dinheiro, outros porque a vida tava muito chata, e outros porque terminaram um relacionamento.

- Todos dizem que as primeiras duas semanas são as mais difíceis. São mesmo. Já faz 8 dias que embarquei e até agora não consegui sair em nenhum porto, e ainda estou me habituando aos horários. No entanto, não tem sido nada desesperador. Duas meninas me disseram que choraram muito nas primeiras semanas, então até agora to indo bem nesse quesito, rs.

Só queria fechar esse post dizendo que to no primeiro porto do Alaska (são 3) e aqui é lindo demais! É incrível dormir numa cidade/país e acordar em outro.  Em breve postarei fotos.

3 comentários:

  1. E a mala extraviada prima, noticias? rs... Beijos!!

    ResponderExcluir
  2. Por favor, muitas fotos!
    PS: como eu faço pra ter minha foto nos comentários plmdds?!

    ResponderExcluir
  3. Adorando suas aventuras a bordo! E ficando com muita vontade ser guest nesse navio!

    ResponderExcluir