https://www.google.com/adsense/new/u/0/pub-3159886379608766/home Pega o Mapa!: PERU 17 - Arequipa: Canyon del Colca

domingo, 1 de novembro de 2015

PERU 17 - Arequipa: Canyon del Colca

Nosso tour para o Canyon del Colca saía de Arequipa de madrugada. O plano era viajar durante a madrugada e chegar lá pela manhã bem cedo (foi uma sugestão que lemos em outro blog, já que também tem a opção de viajar durante o dia, dormir lá e retornar no dia seguinte). O Canyon del Colca é o cânion mais profundo do mundo (o que pra mim foi muito irado de conhecer, já que eu já tinha ido ao Grand Canyon).

A van nos pegou no hostel às 2:30h da manhã e pegamos mais algumas pessoas pelo caminho. Como era uma van, foi muito desconfortável: a poltrona não inclinava e a estrada é cheia de curvas e muito (muito) cheia de buracos. Então a gente cochilou do jeito que deu, batendo cabeça na cadeira  a viagem inteira. E frio, muito frio. Muito frio mesmo.

Viajamos a madrugada inteira, e ao amanhecer temos uma vista mais perto do Vulcão Misti, incrível! Existe, inclusive, um tour para o vulcão que eu queria muito ter feito, mas ele exigia mais uns 3 dias de viagem, então não coube no nosso cronograma.

A primeira parada foi em Parapama, o ponto mais alto da estrada (4.910 metros). A temperatura estava tão baixa que dava pra ver uns floquinhos de neve voando. Foi impossível sair da van, a gente estava congelando!


De lá, mais algumas horas até a vila de Chivay, onde tomamos café. Em Chivey, podemos tirar fotos com lhamas, alpacas e águias. Há mais coisa pra fazer em Chivay, mas no nosso caso foi uma parada rápida.



De lá seguimos para o Canyon de Colca, que é formado pelo Rio Colca e tem 4.160 metros de profundidade. A vista é maravilhosa!



Nosso ponto de parada é o mirante da Cruz del Condor, onde podemos ver o voo dos condores. No nosso caso, não vimos (rá!) porque eles não sobrevoam o vale durante o verão. Pra não dizer que não vimos nenhum...





No Canyon encontramos alguns artesãos vendendo aquelas artes típicas de "peruano no Brasil". As coisas são lindas, brincos, pulseiras e colares com pedras. Não compramos porque já havíamos comprado no mercado de rua de Cusco.

Voltamos para Arequipa, passeamos mais pelo centro, que é delicioso, pegamos as malas e fomos para o aeroporto. De lá, voamos para Lima e de Lima, para o casa.

Deixar o Peru deu muita tristeza, o país nos encantou! É tudo lindo, é tudo muito historicamente incrível, as pessoas são uns amores e cada cidade tem seu encanto (ok, exceto Puno...). Quando alguém me diz que está planejando visitar o Peru e me pergunta o que eu acho, eu abro um sorriso e digo VÁ!!


Nenhum comentário:

Postar um comentário