https://www.google.com/adsense/new/u/0/pub-3159886379608766/home Pega o Mapa!: PERU 4 - Lima: Huaca Pucllana

domingo, 1 de novembro de 2015

PERU 4 - Lima: Huaca Pucllana

Decidi fazer um post especial para o Huaca Pucllana, já que uma viagem ao Peru tem como principal atração a história e as ruínas dos incas. O sítio não faz parte do Vale Sagrado, mas vou incluí-lo na tag, já que podemos considerá-lo como "o início da história" do povo inca.

O Huaca Pucllana é um uma ruína do povo pré-inca, e isso já é interessante por si só, já que vamos ao Peru para conhecer sobre os incas e não imaginamos que existiu um povo anterior a eles, tão interessante quanto. O sítio só foi descoberto nos anos 80, bem no meio do distrito de Miraflores. Por esse motivo, a cidade teve que demarcar sua área para que as construções não violassem o sítio arqueológico. Aparentemente, quase metade do sítio ainda está coberto por terra, e podemos ver os arqueólogos trabalhando durante as visitas. Segundo o guia, antes de ser descoberto, era um lixão, e motoqueiros faziam corridas ali sem terem a menor noção de que se tratava de um tesouro arqueológico.

O local era reservado a rituais religiosos, e já podemos ter as primeiras noções sobre o povo andino, sua forma de construir e organizar a sociedade.

Durante o tour, temos a explicação sobre como eles faziam seus ritos, como embalsamavam os corpos e faziam as construções.









Pra quem vai: 
Sobre a língua: Mesmo que você não fale espanhol, é possível que tenha um bom nível de "entendimento". Caso tiver, prefira tours guiados em espanhol. Os guias falam devagar e com um sotaque que é compreensível. É melhor do que um guia em inglês porque a maioria dos guias não tem um inglês excelente,  então eles vão explicar o estritamente necessário e você perderá algumas curiosidades que eles certamente irão contar em espanhol. Depois do primeiro tour você vai ficando habituado à língua e expressões dos guias, e fica cada vez mais tranquilo de entender (no final você já se acha fluente, rs). De toda forma, durante a viagem os grupos e guias ficam próximos, então você poderá comparar as explicações e analisar qual será melhor pra você.

Vale Sagrado: Programe a viagem de forma que você deixe o Macchu Picchu pro final, assim você não perderá o encanto das descobertas de cada ruína, já que o MP é o ponto alto da viagem. 

O ticket pro HP custa em torno de 4 dólares, ou seja, não há motivo pra não ir.

Nenhum comentário:

Postar um comentário