https://www.google.com/adsense/new/u/0/pub-3159886379608766/home Pega o Mapa!: Essa gente limitada...

sábado, 12 de dezembro de 2009

Essa gente limitada...

Quando se eh novo em algum lugar, procura-se agradar. Assim que voce passa a conviver com pessoas que nunca viu na vida e eh inserido em sua rotina e regras da casa, faz o possivel pra se "enquadrar" e pra que gostem de voce, porque nao gostar de voce implica em re-match (troca de familia) e nenhuma au pair rescem chegada quer isso.

Pois bem que eu adoro a familia com quem moro. Eu e minha host (ela) nos damos muito bem, obrigada! Ja o meu host (ele) eh uma pessoa mais fechada, na dele. Entao no comeco ficamos assim, cada um no seu quadrado. Hoje, analisando nosso relacionamento, posso dizer que sim, ele gosta de mim, mas nem tanto assim... E acredito que nao goste mais porque nao quer, nao se esforca pra isso, nao tem interesse. A cabecinha limitada dele funciona como a de uma crianca. Explico, ja ja voce entende do que estou falando: A ultima Au Pair, que eh colombiana, morou com eles por dois anos, ou seja, ela praticamente criou os meninos, e fez isso muito bem feito. Adoro ela e tal, o negocio nao eh ela, eh ele. Acho que, de alguma maneira, ele nao quer se "deixar gostar" de mim pra evitar alguma comparacao com ela. Nao espero que ele tenha comigo o mesmo tratamento que tem com ela, afinal foram dois anos de muita dedicacao. Mas o fato eh que ela nao esta mais aqui e ele precisa aprender a lidar com isso.

Temos um bom relacionamento patrao-empregada, ele nao pode reclamar do meu trabalhalho, principalmente porque sabe que os meninos me adoram (dificil de acreditar, mas eu sou boa nisso, ta?! rs ) mas a amizade, que de certa maneira existe entre mim e ela, com ele passa longe... Depois que vi que ele eh assim mesmo, nao esta a fim de se dar ao trabalho de me conhecer melhor, larguei de mao. Porque pra mim eh assim: eu tento, nao fizer efeito eu tento de novo. Se nao funcionar entao que se foda!


Dai que ontem fiquei com vontade e comprei vodca pra fazer caipi. Porque bebida com vodca de americano eh vodca com suco de alguma coisa. Bahh!! Alias, eta povinho do paladar insosso! Entao depois de preparar ofereci a ele a dicionei: "Eh a tipica bebida brasileira". Nem me dei ao trabalho em falar da cachaca que seria perda de tempo, e a resposta dele foi: "Nao, eu gosto de Pina Colada" (bebida porto-riquenha doce pra cacete) "Ok" respondi. Nao to perguntando do que voce gosta, to perguntando se nao quer provar algo diferente. Mas fiquei no "ok", e foi um ok, nao dou a minima. Peguei os copos e ia subir a escada pro meu quarto (minhas amigas estavam la) quando ele falou "ta, deixa eu experimentar" (como disse, a cabecinha dele funciona igual a uma crianca que precisa ser ignorada). Pegou um copo, coloquei um pouco e ele bebeu. "Meio forte". Nao estava forte, ate mesmo porque tinha feito pras meninas...tava no ponto. Mas como nao perco a oportunidade, disse: "se estiver forte pra VOCE (enfase no VC), eh so colocar um pouquinho de agua" e sorri. Ele balacou a cabeca e eu subi as escadas rindo!

Hoje foi dia de reuniao das aupairs, e como essa foi a "festa de fim de ano", teriamos que levar um prato tipico do pais. Fiz empadao de carne. Nao que o empadao de carne seja assim tao tipico, fiz porque tava com saudades de comer. Dai que ele me viu picar aquele monte de tempero, fazer a carne, o molho branco, a massa e tals. Pergunta se, na festa, ele provou?! A minha coordenadora veio me dizer que estava uma delicia. E depois um pai (de outra familia) me perguntou: "voce que eh do Brasil? Seu prato esta incrivel!". E ele viu isso tudo e nem colocou a boca... Nao ficou tao "incrivel assim", ficou bom. Mas nesse pais da comida sem graca qualquer coisa "boa" fica sendo "excelente". Achei muito grosseiro da parte dele, o minimo que ele deveria fazer era experimentar, ne?! E tudo isso porque a colombiana, em dois anos, nunca cozinhou. Mas nao cozinhou porque nao sabia mesmo, ela nao cozinha e pronto! Fico pensando..."sera que ele eh assim, tao limitadinho, que pensa que vai gostar menos dela se gostar mais de mim?

Entao continuamos assim, cada um no seu quadrado. Ja parei, faz tempo, de tentar agradar, porque sei que independente do que fizer, nao vai mudar. Isso me incomodava bastate, hoje nao mais. Nao gosta, o problema eh seu, tem quem goste!

6 comentários:

  1. Ah, desculpa dizer, mas... por q vc se incomodou tanto em ver se ele tinha provado do seu empadao? Nao quis, perdeu! Deixa ele, que parece ser, assim como voce disse, bem limitadinho.
    Bjos!

    ResponderExcluir
  2. Oiiii

    Aiii tem gente que não se esforça mesmo! eu tenho medo disso sabia, hj a minha futura HF tem uma Au Pair brasileira de SP tbm que eles adorammm, que está com eles 1 ano e meio!

    Todas somos diferentes mas eu espero de coração que eles se permitam me conhecer e gostar de mim tbm!

    Ahhhh deixa ele no mundinho dele e aproveiiiiite as bebidas e comidas que gostamos tantoooo! rs

    Bjuuus flor

    ResponderExcluir
  3. Vixi, a gente sempre se depara com um povo assim... Todo lugar tem. O que o povo não entende é que vc não precisa deixar de gostar de uma pessoa pra gostar de outra, o gostar não precisa ser restritivo assim, sentimentos bons devem ser multiplicados, pena que ele não aprendeu isso né?

    Deve ser coisa de brasileiro!!

    Beijão

    ResponderExcluir
  4. Só tenho uma coisa pra te falar Carol: Ele não sabe o que esta perdendo! Não falo somente se experimentar uma comida diferente, mas também de não tentar se aproximar da pessoa que fica maior parte do tempo com as pessoas mais importantes para ele: os filhos! Enquanto ele podia se aproximar, pergunatr, conversar, ele prefere ficar no canto dele..tipo: "eu aqui e vc aí" e no fim das contas quem mais perde com tudo é ele que poderia estar conhecendo melhor uma cultura nova e etc...Coitado..
    Bjos menina

    ResponderExcluir
  5. Uma cara pro seu host Carol: ¬¬! hahahahaha

    Nao liga nao, se vc faz seu trampo direitinho, q se foda o resto.

    E outra, eu ja to CARECA de ouvir aupair reclamar de hosts grosseiros, q nao fazem questao de fazer uma cara bonita pra aupair. Nao eh um problema com vc, eles sao estranhos mesmo.

    ResponderExcluir
  6. é aquela coisa, em qqr lugar do mundo há sempre pessoas com mentes limitadas... Você fez certo, tentou agradar, mas qdo viu que nao dava mais certo, independente do que vc fizesse, largou de mão. Tá certa! =)

    ResponderExcluir